No meu jardim tenho a mais bela e doce das flores... a minha Matilde...
Quinta-feira, 9 de Setembro de 2010

O primeiro medo.

Os três no quarto. O muda fraldas tinha-se estragado e eu peço ao pai que substitua uns parafusos que ali havia para remediar a situação. O pai vai buscar a aparafusadora eléctrica e começa o seu serviço, sob o olhar atento da Mi, sempre à espreita de novidades. Ao primeiro barulhinho da prática maquineta eis um beiço convicto, seguido de choro agudo, de gritos incontroláveis e de um esticar de braços na minha direcção. Ficámos a olhar para ela e a actividade fica em suspenso. "O que foi, Mi? Que te deu?" Nada. Ela olha desconfiada para o pai e para a aparafusadora. Ele prime o gatilho e o som recomeça. Novos gritos e esconderes de cara no meu colo, saltos constantes como que a pedir para sair dali. Fiz-lhe a vontade.

Isto aconteceu ontem. Hoje a avó deu-lhe um carrinho de corda que tinha sido do pai para ela brincar. Quando a fui buscar, a avó disse-me que ela tinha estado entretida a brincar com o carrinho, mas assim que o pôs a andar começou a chorar e a gritar. Agora, se lhe dava o carro para a mão, atirava-o com força para longe. Fui averiguar e descobri que o som que ele faz é muito semelhante ao som da aparafusadora.

Assim se descobre o primeiro medo da minha Mi, que até aqui ainda nunca tinha feito nenhuma demonstração destas em relação a nada. Mas até estas coisas têm uma graça tremenda!!!

publicado por flordemiosotis às 15:00
link | comentar | ver comentários (10) | favorito
Segunda-feira, 6 de Setembro de 2010

É oficial, já gatinha!

Ok, o vídeo do sapo não é visível não sei porquê. Eu consigo vê-lo se abrir a página dos vídeos e até no blog, mas se saio daqui e torno a entrar já está outra vez indisponível. Deixemos isso de lado, até já está desactualizado. Porquê? Porque a Mi já gatinha!!!

 

Começou, meio a medo, na sexta-feira, a dar uma joelhadas contra o chão, a levantar e a baixar o corpo, a erguer muito os joelhos fazendo uma grande força nos braços, mas cansava-se muito e não saía do sítio. Acabava por deixar cair a barriga e arrastar-se para se deslocar para onde queria (que é o que está no vídeo, se alguém o conseguisse ver!). Passou o fim-de-semana a ensaiar, com ar de safadinha... Hoje, conseguiu. Motivada pelo Di, lá foi ela, devagarinho ainda, com muita atenção ao que fazia, porque isso de tentar trepar pelo primo acima é muito giro. E repetiu o feito, atrás dele outra vez... e outra vez... e outra... Fartou-se de gatinhar, sempre atrás do primo que lhe oferecia brincadeira.

Pronto, agora é que é, o sossego já não mora aqui. Amanhã vou buscar o parque que pedi emprestado à madrinha da Mi.

 

Pequeno parêntesis: a minha vida continua engonhada - a escola ainda está em plena tranferência de local (continuo sem saber nada de concreto), o pai continua com febre, mais baixa agora e sobretudo ao fim do dia e, depois de mais uma ida ao médico e mais umas análises, estamos à espera de resultados, para ver se é desta...

publicado por flordemiosotis às 21:37
link | comentar | ver comentários (13) | favorito
Sábado, 4 de Setembro de 2010

Miminho...

...é o que ela quer antes de dormir. Deitá-la na cama, pôr a chucha, afagar a barriga, passar o dedo ao de leve naquelas enormes bochechinhas...

Ela regala-se, começa a pestanejar e a fechar o olho, os lábios estendem-se num sorriso contido e, de vez em quando, deixa escapar uma gargalhadinha curta, que a altura não é para grandes risotas, mas as festas fazem tantas cócegas. A malandra já me agarra a mão e puxa-a na sua direcção, como que a pedir o mimo, e se me faço de desentendida, lá surge o beiço mais bem feitinho do mundo, para me derreter o coração de manteiga. Desenganem-se os que pensam que ela adormece assim. Assim que páro (faço-o precisamente para a acalmar), ela arregala logo o olho, observa-me com atenção para se certificar de que eu não fugi e depois acomoda-se e espera pelo sono. E só nesta altura é que eu posso vir embora do quarto, na certeza de que ela adormece sozinha.

Ai que fedelha me está a sair a Mi! Pelo menos, por enquanto, deu-lhe para a meiguice...

publicado por flordemiosotis às 22:14
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 3 de Setembro de 2010

Parabéns Di!

Claro que esta data não podia passar esquecida e este post é para ti!

Estás enorme, trinca-espinhas, engraçado, esperto, traquina, comilão, aventureiro, giro e com pinta...

Conto contigo para me dares uma ajudinha com a Mi, agora a ensinar a gatinhar e, mais tarde, a estragar as couves ao tio/avô. Ela gosta da paciência e dedicação que lhe tens e eu, que sempre tive um carinho muito grande por ti, faço questão que continues a ter um papel muito importante nas nossas vidas.

Espero que tenhas tido um dia muuuuuuuuuuuiiiiito bem passado.

Beijinhos dos três. Até breve.

publicado por flordemiosotis às 22:13
link | comentar | ver comentários (5) | favorito

Mi...xilhona!

Bem, agora é isto a toda a hora. A Mi anda entusiasmadíssima com as novas habilidades (e nós já começámos a pôr protecções nas tomadas e cantos nos móveis...)

 

publicado por flordemiosotis às 22:05
link | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quarta-feira, 1 de Setembro de 2010

Incógnitas

  • O pai parece estar um pouco melhor, mas a febre ainda não passou. Os exames que fez no hospital não detectaram nada. Mas afinal o que é que ele tem?
  • Eu apresentei-me na escola hoje, uma escola velhíssima e sem condições, que está a ser transferida para outro edifício novo ali perto. A algazarra, trabalho e confusão imperam, como é de calcular. Situa-se em pleno bairro social, mas também não é a primeira vez que isso me acontece. Não sei nada, nem horário, nem que turmas, nem que materiais, nem que serviços, nem... Como é que me vou organizar desta maneira? 
  • A Matilde ficou entregue aos cuidados da avó paterna, com quem está habituadíssima. Eu sei que ela fica bem, a minha sogra tem paciência, disponibilidade e muita vontade de ficar com ela, mas há umas quantas inquietações que me assolam. E não, não é preocupação de mãe galinha a quem custa deixar a filha. Eu estou preparada para ir trabalhar e tenho vontade de o fazer, sinto que preciso disso para me sentir bem, útil, independente e até melhor mãe.  Inquieta-me, no entanto, o facto de saber que ela ainda precisa muito de mim, que acorda mais vezes ou que pede mais colo quando me vê agora, que, quando vai a outros colos, me procura várias vezes, como que a indagar se ainda estou ali. Inquieta-me o facto de a escola exigir sempre tanto de nós (ao contrário do que a maioria pensa) que a minha diponibilidade, física e mental, não seja a que devia ser. Inquieta-me a educação da Mi.
  • Até agora quem tem organizado tudo em casa tenho sido eu, não porque o meu marido é machista ou porque eu tenha lema do "aqui mando eu", mas porque ele também tem um emprego exigente e eu sempre acabei por ter mais disponibilidade. As rotinas agora vão ter de ser completamente alteradas... Como é que eu me vou desdobrar?

O nervoso miudinho passou, estou serena, apesar das inquietações. Sei que se as outras mulheres - mães conseguem eu também consigo, mas ainda estou por descobrir a melhor forma de o fazer.

Estou habituada a não ter a vida planeada, a profissão não mo tem permitido até agora, as mudanças sempre me custaram um pouco, mas a Matilde veio alterar tudo. Estas alterações assumem outra importância, fazem-me reflectir mais e trazem-me algumas inseguranças. Mas estou tão surpreendentemente calma que acho que só pode ser a maternidade a falar mais alto.

Vamos lá ver se este estado de espírito se mantém por muito tempo...

publicado por flordemiosotis às 22:37
link | comentar | ver comentários (8) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Atitudes que surpreendem!

. Da mãe...

. Da Matilde...

. Fofices!

. Ai!

. O que me fez voltar!

. Eis-me again!

. Há registos que valem sem...

. Breve

. "Paia outa vez"

.arquivos

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010